segunda-feira, 24 de maio de 2010

A Fábula da Convivência...


A FÁBULA DA CONVIVÊNCIA


Há milhões de anos, durante uma era glacial, quando parte de nosso planeta esteve coberto por grandes camadas de gelo, muitos animais, não resistiram ao frio intenso e morreram indefesos, por não se adaptarem às condições.

Foi, então, que uma grande quantidade de porcos-espinhos, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começaram a se unir, juntar-se mais e mais.

Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro. E todos juntos, bem unidos, agasalhavam uns aos outros, aqueciam-se mutuamente, enfrentando por mais tempo aquele frio rigoroso.

Porém, vida ingrata, os espinhos de cada um começaram a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam mais calor, aquele calor vital, questão de vida ou morte. E afastaram-se, feridos, magoados, sofridos. Dispersaram-se, por não suportarem mais tempo os espinhos dos seus semelhantes. Doíam muito...

Mas essa não foi a melhor solução! Afastados, separados, logo começaram a morrer de frio, congelados. Os que não morreram voltaram a se aproximar pouco a pouco, com jeito, com cuidado, de tal forma que, unidos, cada qual conservava uma certa distância do outro, mínima, mas o suficiente para conviver sem magoar, sem causar danos e dores uns nos outros. Assim, suportaram-se, resistindo à longa era glacial. Sobreviveram.

É fácil trocar palavras, difícil é interpretar o silêncio!

É fácil caminhar lado a lado, difícil é saber como se encontrar!

É fácil beijar o rosto, difícil é chegar ao coração!

É fácil apertar as mãos, difícil é reter o calor!

É fácil conviver com pessoas, difícil é formar uma equipe!


Autor Desconhecido


Para sermos uma equipe, "precisamos descobrir a alegria de conviver". Carlos Drummond de Andrade

Share/Save/Bookmark

19 comentários:

Mad Resgate disse...

Roni

É gratificante poder abrir uma indicação sobre uma postagem, e encontrar um texto que faça a diferença em nossos dias.
As palavras são certamente a melhor fonte de entendimento entre duas pessoas, a escrita fortalece esta relação, sendo que em seguida devemos interpretar e assimilar o que de fatos elas possuem.
Em algumas experiências podemos perceber que o objetivo as vezes não são alcançados em razão da discórdia e a falta de vontade em superar obstáculos que muitas vezes nos leva ao afastamento de valores importantes.
Contudo uma simples frase pode mudar seus conceitos básicos e benéficos, mas em contra partida ele também pode significar a recusa de uma aproximação.
O exmplo mostrado neste texto é simples, mas primordial para entendermos que tudo tem o seu momento diante da necessidade, ás vezes "copiar" ou mesmo "imitar" a atitude de um amigo ou mesmo de um desconhecido, pode significar a união daqueles que ainda encontram-se distantes devido a inexistência de palavras desejadas em busca da harmonia.
A frase de Carlos Drumond fecha de maneira eficaz o texto apresentado.
Parabens

Um forte abraço
Mad

Nilda disse...

Aprender a conviver com às diferenças. Sermos generosos. Tarefas difíceis, porém porém!

Mari Martins disse...

Oi Roni, tudo bem?
Adorei o post, realmente é muito complicado lidar com o ser humano.
Agora sou sua seguidora, seu Blog está ótimo.
Beijos,
Mari
http://marimartinsatemporal.blogspot.com

Rosana Madjarof disse...

Roniel,

Eu não conhecia essa fábula, mas fiquei fascinada com a profundidade da mensagem que ela nos transmite.

A convivência com as pessoas não é nada fácil mesmo, mas devemos nos esforçar ao máximo para convivermos em harmonia, trocando somente aquilo que temos de bom.

Adorei!

Bjs.

Rosana.

Massoterapeuta no rio de janeiro disse...

Grande Roni !
Eu confesso que já conhecia o texto em questão , muito bom . Para mim representa o equilibrio e a harmonia entre todas as pessoas . O Brasil é exemplo disso no mundo . O único país onde convivem pessoas de todas as raças , credos , posição social , em paz e com tamanho continental , falando a mesma lingua . Para nós brasileiros , pode não parecer significativo , mas o mundo nos admira por isso .

Abs

Francisco

sandra paula disse...

Roni,muito lindo seu post.É gratificante este tipo de leitura,ela enriquece nossa vida e nos faz meditar em um mundo melhor.Seria maravilhoso se conseguíssimos conviver sem magoar, sem causar danos e dores uns nos outros. Assim, suportaríamos e resistiríamos à longa era glacial. Abçs

topmaiz disse...

Amigo Roniel,

Que bom poder apreciar essa fábula, não conhecia mais gostei bastante, tô gostando de ver suas postagens.

Parabéns pelo post.

abraço!

Cecília Avenca disse...

O seu texto,caro colega relata de forma fidedigna que:unidos somos mais fortes.
Bjos
"Civilização é, antes de mais nada, vontade de convivência".
José Ortega

Guilherme disse...

Roni, esse texto é o máximo cara! Ele nos mostra uma realidade incontestável. Vamos lutar para sermos mais pacientes, tolerantes, e assim convivermos melhor com o nosso semelhante. Valeu! Gui.

Catarino disse...

Muito interessante esta mensagem, realmente temos que saber conviver com os outros para aproveitar o melhor de cada um.

VivercomSaúde

Geraldo disse...

Olá Roniel,

Esta fábula é muito bonita, o texto excelente e o exemplo muito edificador..

Se pensarmos que é a convivência que nós faz fortes para enfrentar as intempéries do dia a dia.

Abraço

Zergui disse...

Com sua licença, eu vim retribuir a sua visita ao meu cantinho virtual. Aproveito a hospitalidade e já vou fazendo companhia a essa turma boa de seguidores.

Gostei muito do estilo adotado, algumas mensagens eu já conhecia, outras foram ótimas novidades.

Vou acompanhando no blogger as novas postagens e retorno sempre que possível.

Felicidades a todos vocês.

Zergui

Rosemary Quintas disse...

Olá Roniel,parabéns pelo post!

A arte de conviver é difícil, porém extremamente necessária.
Acredito, que a união faz a força.

Um abraço.

Leila disse...

Oi Roniel,

Gostei muito desse texto. Todos os animais ficam juntinhos para obter calor e o pobre do porco espinho deve encontrar mesmo dificuldade. Essa história nos faz pensar que também o homem, quando se agrupa encontra problemas, mas seus espinhos não são visíveis.

bjs

Ana Cavalcantti disse...

Oi !!!
Ai que lindo esse texto !

"É fácil conviver com pessoas, difícil é formar uma equipe! "

Esse é o grande problema né !Tudo vira alvo de concorrência, o ser humano não se une pra nada, é cada um por si sempre !
Está cada vez mais claro, como você passou no seu texto, que a união, a parceria e o companheirismo nos fazem chegar muito mais longe.
Mas o mundo tá tão louco que as pessoas muitas vezes tem até medo de se unir a alguém porque já estamos condicionados a desconfiança.
Infelizmente vivemos assim, mas como não perco a esperança de um mundo sempre melhor ...vou seguindo tentando achar o melhor de cada pessoa.
Beijo.

Jackie Freitas disse...

Roniel,
Adorei! Mensagem muito importante sobre convivências e relacionamentos.
Muito bom mesmo!
Parabéns!
Grande abraço,
Jackie

Dione disse...

oi Roni, ótimo blog. Vim agradecer o comentário e te add como amigo... Um abraço!

Marilucia disse...

Oi Roni, vim aqui devolver sua vista ao blog Plugado em Tecnologia e quando chego aqui o que encontro? Poxa, fiquei emocionada ao ler esta fábula, eu diria assim...é fácil encontrar pessoas, dificil é encontrar pessoas sensíveis...como você!

Parabéns pelo lindo blog.
Aguardo visitas suas nos meus outros 2 blogs
www.blogandotecnologia.com
http://tecnologiagreen.blogspot.com

Abraços!

jovempornatureza disse...

Olá!
Adorei a fábula! Uma convivência próspera depende do respeito de espaço de ambas as partes. Uma tarefa nem sempre fácil, mas que quando alcançada é muito proveitosa.

Postar um comentário

Comentem Que Eu Respondo

Related Posts with Thumbnails